Peitos

Vocês devem ter visto o vídeo do Movimento Gota D’água com vários artistas falando sobre a Usina de Belo Monte. Tem até a Natasha, de Vamp, e o Tufão, de Avenida Brasil. Eu vi. Não entendi nada. Que sei lá eu sobre energia eólica. O que me chamou a atenção foi só uma coisa: a Maitê Proença tirando o sutiã de costas para a câmera. Alguns culpam o fracasso da campanha pela ignorância das celebridades em relação ao tema. Outros mais empolgados disseram que o vídeo é parte de um plano secreto da China e dos EUA para dominar o mundo. Eu acho que o Movimento não deu certo por um motivo mais simples, mais rasteiro: a Maitê Proença pirraça e não mostra os peitos para futuros engajados.

Os peitos acabaram recebendo uma função muito mais desafiadora do que pensam os meninos de 14 anos. Nos dias de hoje, nada, absolutamente nada, é mais revolucionário do que levantar a blusa e mostrar os peitos. Já tivemos protestos com assassinatos. Já tivemos protestos com faixas e cara pintadas. Já tivemos até protestos com músicas do Caetano. Agora é a vez dos peitos. Ninguém pode segurá-los.

ukanian-protest6 As ativistas ucranianas do Femen, organização feminina, aprenderam a protestar assim e não pararam mais. O governo planeja aumentar a idade de aposentadoria para as mulheres na Ucrânia? Peitos. O primeiro-ministro russo Vladmir Putin resolve aparecer pelo país? Mais peitos. O governo quer barrar todos os tipos de aborto? Peitos, peitos e peitos. Balançando e pintando os seios, elas pretendem não só mudar a Ucrânia, mas o mundo. Não tem muito tempo, mostraram mais peitos para prestar solidariedade a uma mulher saudita presa por dirigir um carro.

As brasileiras também aprenderam a protestar. Diferente de vocês que só ficam fazendo revolução com hashtag e a bunda pregada na cadeira, elas arrancaram a blusa para pedir o veto ao Código Florestal. Não precisa ser apenas peito bonito. Como bem mostrou a Marcha das Mulheres, que contou com cerca de cinco mil manifestantes lutando pela igualdade dos sexos, vale todo tipo de seio: farto, caído, pequeno, branco, preto, siliconado e com um assustador mamilo gigante.

Não dá para ficar parada e presa com o sutiã, enquanto o mundo está cheio de irregularidades. Os protestos balançando os seios já ganharam o mundo, mas fica a certeza que falta muito a ser feito. Acho que a Angelina Jolie poderia acabar com a fome do mundo usando os seus peitos. Com suas ajudas humanitárias e viagens para lugares exóticos, ela tira a fome de uma ou duas dezenas de meninos. Mostrando os peitos, toda hora e sempre que possível, ela ajudaria bem mais famintos. E, de quebra, ajudaria os viciados em Dragon Ball. Carolina Dieckmann quer combater os crimes da internet? Pois mostre mais peitos. E dessa vez sem vaso sanitário por perto. Deborah Secco quer mais privacidade em sua vida? Arranque o sutiã no calçadão de Ipanema. Suzana Vieira quer… Tá, chega de exemplos.

Fumar maconha, queimar pneus, elaborar poeminhas com rimas, espernear no megafone, criar gritos de guerra, pintar faixas e caras não funciona mais. Da próxima vez que pensar em protestar, você já sabe o que fazer: corra pelas ruas com os seios ao léu. Aprendeu, Maitê Proença?

Anúncios
Etiquetado , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: