Amor entre quatro paredes

Que contestem os bobocas apaixonados, mas importante mesmo na relação é o sexo. Sim: SEXO. É a pele que define onde está o teu coração, as tuas vontades e as tuas loucuras. No fundo, não importa muito se os dois amam Harry Potter, canções do Nando e passeios nas montanhas. É muito legal compartilhar coisas lindas, mas se o toque dele não fizer o teu corpo sentir arrepios, se o beijo dele não te tirar do chão, se aquele cheiro no cangote não te fizer sentir vontade de morder a fronha de tanto prazer, não adianta.

Se o peito dele não for a tua morada, não é amor.

Andar de mãos dadas pelas ruas da cidade, dividir o mesmo pote de sorvete de flocos e discutir os filmes do Kubrick são coisas que encantam e fazem sorrir. Mas o que vai te fazer delirar é o jeito desarrumado e torto que ele vai arrancar a tua blusa e te jogar na cama. Poesias, recadinhos na geladeira, SMS todas as manhãs, bilhetinhos dentro do teu livro preferido… Nada disso se compara ao êxtase e tremor que você vai sentir se a língua dele souber explorar cada parte do teu corpo.

Se o abraço dele não te levar aos céus, não é amor.

tumblr_static_casais-amor-paix__o-beijo-amor-brushes-illustra____es-fuck-yeahhgif-download-frebiescandy-imagens-tumblr-nails_tumblr-cute-candy-brushes-photoscape-by-thata-schultz007

E é por isso que a Mônica quis o Eduardo e a Julieta quis o Romeu: o fogo que percorre cada partícula do ser e nos faz esquecer todas as razões. Que importa se ele faz aulinhas de inglês, não sabem quem é Godard, e joga futebol de botão com o avô? Toda a tua medicina e o teu alemão não serão suficientes para explicar o que acontece quando alguém te completa na cama. Como feijão com arroz. E os teus pais nunca entenderão os motivos que podem te levar a preferir aquele cafajeste ao educado moço que chega com flores e fala mansa. O buquê e o cavalheirismo são delicados e tudo o mais, mas nada causam quando o buraco é mais embaixo.

Se o simples anúncio da chegada dele não te deixar toda boba, não é amor.

Você pode brigar pela ausência de declarações românticas, implicar com a toalha molhada jogada na cama, e se chatear com a impaciência na hora de te esperar para um encontro. Ele pode não perceber o teu novo cabelo, não ler os teus textos e não te acompanhar nos eventos sociais. E, mesmo com tudo isso, você vai perdoá-lo se o primeiro sorriso de canto de boca tão descarado acordar todas as borboletas do teu estômago. Simplesmente porque o cara que te completar não vai precisar visitar o teu blog para ler tuas maiores vontades.

Se o beijo dele não conseguir calar tuas frustrações, não é amor.

Gostar das mesmas coisas é adorável, mas não é essencial. Os amigos estão aí para decidir contigo qual é a melhor casa de Hogwarts, o melhor filme da Nouvelle Vague, e a música mais linda do MTV acústico do Nando Reis. Os amigos… Esses lindos que a gente ama de um jeito todo especial. E então eu te pergunto: qual a diferença no amor que você sente pelos teus queridos amigos companheiros de filmes, pipoca e guaraná, e do homem que você quer ao seu lado para chamar de teu? Sim, os sussurros, os gozos, os suspiros. Sexo.

Porque é na cama, entre quatro paredes, que você vai sentir o amor.

Anúncios
Etiquetado , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: